Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BAIÃO CANAL | Jornal N.º 7 - Maio 2021

BAIÃO CANAL | Jornal N.º 7 - Maio 2021

COVID | Municípios do Norte registaram um aumento de casos superior a 50%

Covid-19. Costa reúne-se com autarcas de municípios de maior incidênciaA ARS-Norte reporta atualmente 25 concelhos com crescimento superior a 50% de novos casos de infeção pelo SARS-CoV-2, designadamente ocorridos entre a penúltima e última semana de março, revelou um relatório a que a Lusa teve acesso.

Em Marco de Canaveses, Matosinhos, Paredes e Trofa o aumento de novos casos variou entre os 50% e 82%, com os mesmos concelhos a passarem de dois para três novos casos, de 38 para 58, de 24 para 41 e de 11 para 20 novos casos, respetivamente.

O documento mostra que 25 dos 85 concelhos tutelados pela ARS-N contabilizaram um crescimento superior a 50%. Dos 18 concelhos do distrito do Porto, oito aumentaram o número de novos casos.

O primeiro ministro (PM) António Costa revelou estar preocupado com velocidade de contágios nas escolas e promete reforço da vigilância.

O PM manifestou-se preocupado com a velocidade de transmissão das infeções de covid-19 nas escolas, que associou à variante britânica, e afirmou estar em curso um reforço da testagem e um alargamento da vigilância.

António Costa admite ainda que “berbicacho” com AstraZeneca pode tornar vacinação mais morosa.

Até ao final de março já foram vacinados mais de 1 milhão de portugueses com a 1.ª dose da vacina.

 

PSP deteve 370 pessoas na operação Páscoa em Casa

GNR

Lisboa, 06 abr 2021 (Lusa) – Trezentas e setenta pessoas foram detidas entre 26 de março e 05 de abril, 132 das quais por não terem carta de condução, no âmbito da operação #Páscoa em Casa, informou hoje a PSP.

Em comunicado, a PSP adianta que foram também detidas 93 pessoas por condução sob o efeito do álcool, 31 por tráfico de estupefacientes, 12 por posse de arma ilegal e 31 por mandado (judicial de detenção).

Durante a operação, foram apreendidas 32 armas, das quais 12 de fogo e mais de 4.000 doses individuais de estupefaciente.

A PSP fiscalizou no âmbito da segurança rodoviária mais de 50.000 viaturas, tendo sido detetadas 2.900 infrações, das quais se destacam 710 por falta de inspeção periódica obrigatória, 156 por condução com uso simultâneo do telemóvel e 146 por falta de seguro obrigatório.

“Dos quase 6.000 condutores que realizaram o teste do álcool, 635 não se encontravam em condições de garantir uma condução segura (com valores de teste que qualificam o comportamento como contraordenação e não crime)”, indica a PSP.

Na nota, a PSP realça que à semelhança do ano passado uma das principais preocupações da operação foi garantir o cumprimento das normas em vigor decorrentes do estado de emergência devido à pandemia de covid-19.

“No que concerne especificamente às normas em vigor no sentido de promover a contenção pandémica, destacamos o decréscimo que se tem vindo a registar de ilícitos neste contexto, claros indicadores da maior adesão dos cidadãos às normas em vigor”, refere a PSP.

A PSP reforçou entre 26 de março e 05 de abril as operações de fiscalização rodoviária, como forma de prevenção de incumprimentos da restrição de circulação entre concelhos, e aumentou a visibilidade policial nos locais onde habitualmente ocorre maior afluxo de pessoas, como zonas ribeirinhas, prevenindo aglomerados de pessoas na via pública.

 

DD // SB

Lusa/Fim

Reabertura das feiras em Baião

feiras (1).jpg

Após reunião da Comissão Municipal de Proteção Civil de Baião foi decidida a retoma das feiras em Baião.

As feiras irão retomar com reforço de medidas:

– apenas poderão ser atendidas duas pessoas em simultâneo em cada banca de venda;

– haverá mais fiscalização do cumprimento das regras por parte da GNR;

– haverá uma redução de 25% do número de pessoas que podem estar no recinto das feiras;

– serão integralmente respeitados os planos de contingência das feiras, que preveem colocação de pontos de higienização de mãos, uso de máscara e circuitos para a circulação das pessoas que se encontram no recinto

ficou também decidido, que se houver um aumento significativo do número de infeções no concelho nas próximas semanas, a decisão de retomar as feiras poderá ser anulada...

No concelho realizam-se feiras em Campelo (8 e 23 de cada mês), Gestaçô (5 e 19 de cada mês) e Santa Marinha do Zêzere (11 e 25 de cada mês).