Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

baiaocanal

baiaocanal

Baião | Justiça | Apreensão de arma de fogo por violência doméstica

289264225_5341008325954232_5515091972777741236_n.j

O Comando Territorial do Porto, através do Posto Territorial de Baião, ontem, dia 27 de junho, apreendeu uma arma de fogo no âmbito de um processo por violência doméstica, no concelho de Baião.
No seguimento de uma investigação por violência doméstica, os militares da Guarda apuraram que o suspeito de 39 anos agrediu a vítima, sua companheira de 32 anos. No decorrer das diligências policiais foi apreendida uma arma de fogo, como medida cautelar.
Os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Baião.
A violência doméstica é crime público e denunciar é uma responsabilidade coletiva. Se precisar de ajuda ou tiver conhecimento de alguma situação de violência doméstica participe:
• No Portal Queixa Eletrónica, em queixaselectronicas.mai.gov.pt;
• Via telefónica, através do número de telefone: 112;
• No Posto da GNR mais próximo à sua área de residência, tendo os nossos contactos sempre à mão em www.gnr.pt/contactos.aspx;
• Na aplicação App MAI112 disponível e destinada exclusivamente aos cidadãos surdos, em http://www.112.pt/Paginas/Home.aspx;
• Na aplicação SMS Segurança, direcionada a pessoas surdas em www.gnr.pt/MVC_GNR/Home/SmsSeguranca.
Para mais informações, contactar o Oficial de Comunicação e Relações Públicas do Comando Territorial do Porto, major Francisco Martins – 967 262 986.

Região | Justiça | Paços de Ferreira – Detidos por tráfico de estupefacientes

289097986_5340434436011621_555586938794624595_n.jp

O Comando Territorial do Porto, através do Posto Territorial de Paços de Ferreira, no dia 25 de junho, deteve dois homens de 18 e 22 anos por tráfico de estupefacientes, no concelho de Paços de Ferreira.
No âmbito de uma ação de patrulhamento de proximidade na cidade de Paços de Ferreira, os militares da Guarda abordaram um grupo de jovens, os quais demonstraram um comportamento suspeito, tendo sido detetado um odor a produtos estupefacientes. Durante a ação policial, foi possível verificar que dois dos jovens se encontravam na posse de produto estupefaciente.
No seguimento da ação policial, foi levantado um auto de contraordenação por consumo, tendo ainda sido apreendido o seguinte material:
• 116 doses de haxixe;
• Um telemóvel;
• Uma balança de precisão;
• 1 100 euros em numerário.
Os suspeitos foram detidos e constituídos arguidos, e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Paços de Ferreira.
Fonte: GNR

NOTA DE IMPRENSA | Deputados estiveram em Baião para conhecerem, no terreno, as prioridades do Executivo Municipal

Deputados estiveram em Baião para conhecerem, no

Uma comitiva de deputados do Partido Socialista, eleitos pelo círculo do Porto, deslocou-se a Baião no dia 20 de junho, com o intuito de perceber no terreno as principais prioridades da autarquia baionense. Esta visita enquadrou-se na iniciativa “I Jornadas Parlamentares do Distrito do Porto” que ocorreu nos municípios de Amarante, Baião e Marco de Canavezes.

O Presidente da Câmara Municipal de Baião, Paulo Pereira, levou os deputados à EN 304-3, para que estes pudessem aferir as condições desta via que em breve seja alvo de requalificação.

De seguida, os parlamentares visitaram a Unidade de Saúde Familiar de Frende, encerrada em virtude da pandemia.

Paulo Pereira apelou aos deputados para que reforcem, junto da ARS-Norte, a importância da reabertura deste equipamento que serve a população daquela parte do concelho e que vai além da freguesia de Frende.

A visita serviu, ainda, para se discutirem assuntos como o processo de descentralização, a isenção de portagens na autoestrada A4, a necessidade de expansão das redes de água e saneamento, ou a importância das questões da mobilidade, nomeadamente do avanço da ligação à ponte da Ermida, da variante à EN 211 ou da eletrificação da linha do Douro até à Régua.

 

PROXIMIDADE COM AS POPULAÇÕES É FUNDAMENTAL

            A deputada Cristina Mendes da Silva, foi a porta-voz dos parlamentares e referiu que “este grupo de deputados tem consciência que esta região é muito extensa e diversificada e é, hoje, uma região prioritária, quer ao nível das acessibilidades, quer ao nível dos serviços públicos e a saúde é um dos serviços que é importantíssimo, sobretudo em territórios como Baião que têm uma área muito alargada e dispersa.

Estas populações têm tanto direito a terem serviços públicos de qualidade como quem vive nos grandes centros urbanos.

Iniciativas como esta são fundamentais para que conheçamos na primeira pessoa as verdadeiras dificuldades dos cidadãos e os desafios que se apresentam para as autarquias.

Ao estarmos no terreno, vimos e sentimos o que é o quotidiano das pessoas, o que nos permite depois em plenário e nas reuniões com os nossos governantes termos outros argumentos.

O contacto com os autarcas, nomeadamente o Presidente da Câmara e Presidentes de Junta é também essencial, porque são eles que conhecem as realidades na sua verdadeira dimensão”.

 

O Presidente da Câmara Municipal de Baião, Paulo Pereira, mostrou-se satisfeito com a visita deste grupo de deputados a Baião, realçando que “é muito importante que venham ao território inteirarem-se da nossa realidade para que possamos contar com eles para nos ajudarem naquilo que são os nossos propósitos.

Trouxemos os deputados à Extensão de Saúde de Frende que está encerrada e que esperamos possa reabrir, logo que seja possível em função da evolução da COVID-19.

Tivemos também oportunidade de pisar a Estrada Nacional 304-3, para darmos a perceber aos deputados a importância da sua requalificação, com a perspetiva de que a obra possa ser lançada a concurso ainda este ano.

Falámos também de outros assuntos como a descentralização, que é desejável, mas que ainda tem questões que devem ser limadas, nomeadamente a questão do ’envelope’ financeiro.

Abordamos também a ligação à Ponte da Ermida, a eletrificação da Linha do Douro e as perspetivas do seu arranque, as questões das redes públicas de água e saneamento, ou, ainda, a questão da isenção de portagens na A4.

Muitos destes assuntos já eram do conhecimento dos deputados, mas uma coisa é conhecer no papel, outra bem diferente é vir ao território e interagirem na primeira pessoa com os autarcas e com a população.

Passei-lhes ainda um memorando com estes e outros assuntos que nos parecem relevantes e que sei merecerão toda a sua atenção"

Região | Rota do Românico promove Festival Ver do Bago

Contilheiras (1).jpg

O Parque da Torre de Vilar, em Lousada, acolhe no próximo domingo, 26, o Festival Ver do Bago, promovido pela Rota do Românico.

Um evento, de entrada livre, para despertar todos os sentidos, com uma vasta programação cultural, da música à dança, passando pelo teatro e pela poesia. Gastronomia, expositores, oficinas para os mais novos e uma ampla área verde de lazer completam a proposta para uma tarde de verão perfeita, entre as 14 e as 20 horas.

O grupo Contilheiras com o espetáculo Pimenta na Boca encabeça o cartaz de 13 convidados, que conta com diversos artistas oriundos do território da Rota do Românico: Academia de Dança Liliana Castro, Açanar e Abantar, Aromas do Verde, Conservatório de Dança do Vale do Sousa, Merenguita — Escola de Dança de Salão, Pedaços de Nós — Teatro de Freamunde, Propagode, PT Dance Academy, School Dance Lousada e Zé Faria. DJ Giorgio e Hugo Rangel completam o programa.

Este Festival assinala a reta final do projeto Ver do Bago, um Brinde entre Deus e os Homens, iniciado em maio de 2021, e que propôs um ciclo de três exposições em torno da relação material e simbólica entre a vinha e a paisagem cultural e humana dos vales do Sousa, Douro e Tâmega.

O ciclo iniciou-se com o Ver do Bago nos Mosteiros, em Ancede, Baião, e seguiu depois, em setembro, para o Ver do Bago nos Santos, na Igreja dos Capuchos, em Penafiel. O Centro de Interpretação do Românico, em Lousada, tem patente, até 26 de junho, a última exposição do ciclo, Ver do Bago no Sangue.

Para além das exposições, o projeto Ver do Bago incluiu ainda outras atividades culturais complementares, de carácter original, como a performance Di’Vine e o espetáculo musical itinerante Inventar-se de Gente.

O Festival Ver do Bago está enquadrado na operação O Vinho, a Arte e os Homens, cofinanciada pelo Norte 2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).

A Rota do Românico reúne, atualmente, 58 monumentos e dois centros de interpretação, distribuídos por 12 municípios dos vales do Sousa, Douro e Tâmega (Amarante, Baião, Castelo de Paiva, Celorico de Basto, Cinfães, Felgueiras, Lousada, Marco de Canaveses, Paços de Ferreira, Paredes, Penafiel e Resende).

As principais áreas de intervenção da Rota do Românico abrangem a investigação científica, a conservação do património, a dinamização cultural, a educação patrimonial e a promoção turística.

Nota de Imprensa | Política local | JSD Baião tem nova liderança

No passado sábado, 18 de junho, os militantes dessa estrutura reuniram-se para eleger os novos
órgãos para o biénio 2022/2024.

Mesa do Plenário e Comissão Política.jpeg


João Pedro Monteiro, sucede assim, a Rui Pedro Pinto, como presidente da Comissão Política da
JSD Baião.
Nestas eleições também foi eleita a Elsa Ferreira como presidente da Mesa do Plenário.
Para o novo presidente, e sua equipa, este projeto terá como principal “fazer da JSD uma
estrutura renovada, com compromisso, responsabilidade, empenhada e mobilizada pelas causas que atormentam os jovens e os Baionenses.” Esta nova equipa acredita que “o executivo socialista, que governa a Câmara Municipal de Baião há 17 anos, não tem uma estratégia de clara aposta nos jovens; uma estratégia que possa tornar Baião uma referência ou um plano que permita que Baião acompanhe os concelhos vizinhos no que ao desenvolvimento diz respeito.”
Estes jovens acreditam em Baião, acreditam que “a juventude é capaz de fazer mais e melhor
pelo concelho”. Para as novos órgãos “mais que aproximar os jovens da política, torna-se
importante aproximar e explicar a política aos jovens”.
Constituição dos novos órgãos da JSD Baião
Comissão Política Concelhia
Presidente: João Pedro Monteiro
Vice-presidentes: Eduardo Pereira e Margarida Carvalho
Secretária-geral: Francisca Valente
Vogais: João Carvalho; Inês Moreira e Maria Dinis Correia
Mesa do Plenário
Presidente: Elsa Ferreira
Vice-presidente: Liliana Oliveira
Secretário: Roberto Figueiredo
Suplente: Rúben Silva

BAIÃO | Apreensão de arma de fogo por violência doméstica

Violencia

O Comando Territorial do Porto, através do Posto Territorial de Baião, no dia 14 de junho, apreendeu uma arma de fogo no âmbito de um processo por violência doméstica, no concelho de Baião.
No âmbito de uma denúncia por crime de violência doméstica, onde a vítima, uma mulher de 59 anos, terá sido agredida pelo seu marido de 63 anos, os militares da Guarda apreenderam uma arma de fogo e 23 munições, uma vez que havia ameaças reiteradas, ao longo dos anos de relacionamento.
Os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial do Marco de Canaveses.
 
Fonte: GNR
 

Nacional | Casal detido por compras 'online' com dados bancários de mais de 300 pessoas

20220616_200731.jpg

Um casal foi detido por compras, sobretudo de material informático, pagas com cartões e dados bancários de terceiros que atingiram um valor superior a 40 mil euros e prejudicaram mais de 300 vítimas, anunciou hoje a PJ.

Numa nota, a Polícia Judiciária revela que os dois detidos são um casal estrangeiro, com 20 e 22 anos, acusado de “vários crimes de abuso de cartão de garantia ou de cartão, dispositivo ou dados de pagamento, contrafação de cartões ou outros dispositivos de pagamento, acesso ilegítimo e branqueamento”.

Segundo a investigação, denominada operação “Locker”, o casal entrou no final de janeiro deste ano em Portugal, onde desenvolveu “um plano previamente definido” de compras ‘online’ “com recurso a dados de cartões e meios de pagamento de terceiros, causando prejuízos que ascendem a mais de 40.000 de euros” e provocaram mais de 300 vítimas.

Segundo a PJ, os detidos encomendavam sobretudo equipamentos informáticos, que eram remetidos maioritariamente para “lockers” (cacifos onde são deixadas encomendas que podem ser recolhidas através de um código), onde depois eram recolhidos pelos autores dos crimes.

Aos detidos foram apreendidos mais de uma centena de artigos relacionados com estes crimes.

Na investigação colaboraram a UNICRE, a SIBS e o EL Corte Inglês.

Os detidos serão presentes a um juiz para aplicação das medidas de coação.
Fonte: LUSA

Lourdes Dos Anjos | ONDE ESTÁ O S. JOÃO DO PORTO?

26907569_1794916487207551_4665589462447127881_n.jp

ONDE ESTÁ O S. JOÃO DO PORTO?

Onde estão as rusgas com testos, pandeiretas e bombos?

Onde estão os miúdos que os pais carregavam aos ombros?
Onde está o S. João de uma noitada sem fim
Das ilhas de S.Vitor, das Eirinhas, das Antas e do Bonfim?
Onde estão as rusgas com vozes desafinadas
De meninas solteiras, de mulheres casadas,
De castas viúvas e de moçoilas enganadas?
Onde está o S.JOÃO TRIPEIRO,
Com apalhaçados borrachões, com novos e velhos
Operários e doutores e loucos foliões?
Com ditos brejeiros, com beijos e amores passageiros
Com cidreira, alho porro e ramos frescos de cheiros?
Onde está o S. João , o meu S.JOÃO DO PORTO?
Num martelo de plástico sem graça
Numa bebedeira que acaba na Praça
Num palco para estrelas de TV, na Ribeira
Numa fila de gente ululante sem eira nem beira!
Ai Porto que te deixaste, lentamente matar
E eu morro cansada de por ti chorar
Foram-se as rusgas,as cascatas, as tradições
Morreram os catraios que pró Santo pediam dois "testões"
Ficaram as estórias, as memórias e a eterna saudade
DA NOITE MAIS LOUCA, MAIS LINDA, MAIS LIVRE, DA MINHA CIDADE.
 
Lourdes Dos Anjos

Nacional | ARISTIDES DE SOUSA MENDES

a.s.m

EFEMÉRIDE:
ARISTIDES DE SOUSA MENDES, “ o Homem que em 1940, entre o dia 14 e 19 de junho, mas com maior incidência no dia 16 de junho, desafiou ordens expressas do ditador Salazar e concedeu 30 mil vistos de entrada em Portugal a refugiados de Todas as Nacionalidades que desejavam fugir do horror Nazi e assim salvou milhares de pessoas do Holocausto,, é chamado o “JUSTO ENTRE AS NAÇÕES”, pela sua ação Humanitária
Aristides de Sousa Mendes nasceu no dia 19 de julho de 1885, em Cabanas de Viriato.
Fez a licenciatura em Direito e seguiu a carreira diplomática, sendo Cônsul em vários países..
Depois de quase dez anos de serviço na Bélgica,, em 1938 Salazar, presidente do Conselho de Ministros , nomeia Sousa Mendes Cônsul em Bordéus, França. Com o início da guerra, a fuga de Judeus, primeiro Austriacos, depois Polacos ganha uma enorme dimensão, o que leva Aristides a desobedecer , passando dois vistos sem pedir autorização ao MNE.. Com o exército alemão a aproximar-se de Paris, gera-se o pânico na população francesa que se põe em fuga e dá-se então início ao maior movimento de deslocação de pessoas da história da Europa.[.
É em princípios de Junho de 1940 que a avalanche de população em fuga se abate sobre Bordéus. Os números falam por si. Nos primeiros 10 dias de Junho o consulado Português de Bordéus emitiu 59 vistos regulares. . No dia 11 de Junho o consulado emitiu 67 vistos, a 12 emitiu 47. Dia 13, o Consul tem um esgotamento nervoso e fica de cama, mas o consulado continua a emitir vistos; no dia 14 de Junho , decide conceder visto a todos os que lho pedissem: "A PARTIR DE AGORA, DAREI VISTOS A TODA A GENTE, JÁ NÃO HÁ NACIONALIDADES, RAÇA OU RELIGIÃO. Com a ajuda dos seus filhos e sobrinhos e do rabino Kruger, ele carimba passaportes, assina vistos, usando todas as folhas de papel disponíveis até ao esgotamento, sbt no dia 16 de junho.
.Confrontado com os primeiros avisos de Lisboa, ele terá dito:
“ Se há que desobedecer, prefiro que seja a uma ordem dos homens do que a uma ordem de Deus.
Depois abandona Bordéus, e a 4 de Julho de 1940, após retornar à casa da família em Cabanas do Viriato, Salazar ordenou uma investigação sobre as ações de Aristides de Sousa Mendes em Bordéus, dando início a um processo disciplinar formal contra o cônsul..
A 1 de Agosto do mesmo ano, o Ministério dos Negócios Estrangeiros emitiu uma "nota de culpa" sobre Sousa Mendes, enumerando um total de quinze acusações, agrupadas em quatro rubricas: 1- desobediência, 2-falsificação de documentos, 3-Abandono do lugar e 4 – Concussão.
Conforme o processo individual de Aristides de Sousa Mendes, foi colocado na situação de inatividade, com metade do vencimento de categoria, durante um ano, findo o qual voltou novamente a receber o seu salário com o valor de 1593$30. Após a sentença de Outubro de 1940, Sousa Mendes fez repetidos apelos ao ministério para voltar ao serviço activo, tendo Salazar recusado sequer recebe-lo pessoalmente.
A 2 de Abril de 1941 Aristides de Sousa Mendes enviou uma carta a Salazar, alegando estar na penúria, com o seu salário de cônsul de primeira classe reduzido a seiscentos escudos, com os quais tinha de sustentar a mulher e catorze filhos, referindo o impacto positivo que a presença dos refugiados em Portugal e a cordialidade e afeição com que foram tratados, haviam sido objecto de muitos elogios ao país, tanto interna como externamente. Apelou ainda ao espírito cristão de Salazar e aos seus trinta anos de serviço, e por fim pediu ao ditador que não lhe arruinasse a família. Nada disto foi capaz de demover Salazar
RECONHECIMENTOS ( Só os mais importantes)
Em agosto de 1940, a escritora Gisèle Quittner Allatini escreveu para Aristides de Sousa Mendes agradecendo a ajuda recebida em Bordéus:
Em 1966 o YAD VASHEM,(Memorial do HOLOCAUSTO situado em Jerusalém) em Israel, presta-lhe homenagem atribuindo-lhe o título de "JUSTO ENTRE AS NAÇÕES". Já em 1961, haviam sido plantadas vinte árvores em sua memória nos terrenos do Museu Yad Vashem.
Em 1986, a 15 de novembro, foi condecorado, a título póstumo com o grau de Oficial da Ordem da Liberdade. O Presidente Mário Soares reabilita assim Aristides de Sousa Mendes e a sua família recebe as desculpas públicas, dezasseis anos após a morte de Salazar.
Só em 1987, depois de muita pressão internacional, houve uma homenagem pública portuguesa, entregando à família a medalha da Ordem da Liberdade. Só 48 anos depois a Assembleia da República recomendou que fosse reintegrado no Ministério dos Negócios Estrangeiros assim como também entregue uma indemnização à família pelos anos perdidos de vencimento,
Em 1994, o presidente português Mário Soares desvela um busto em homenagem a Aristides de Sousa Mendes, bem como uma placa comemorativa na Rua 14 quai Louis-XVIII, o endereço do consulado de Portugal em Bordéus em 1940.
Em 23 de março de 1995, é agraciado, a título póstumo, com a Grã-Cruz da Ordem Militar de Nosso Senhor Jesus Cristo pelo Presidente Mário Soares.)..
Em 2006, foi realizada uma ação de sensibilização: "Reconstruir a Casa do Cônsul Aristides de Sousa Mendes", na sua antiga casa em Cabanas de Viriato, Carregal do Sal e na Quinta de Crestelo, Seia - São Romão.
Em 2007, um programa televisivo da RTP1, Os Grandes Portugueses, promoveu a escolha dos dez maiores e importantes portugueses de todos os tempos. Sousa Mendes foi o terceiro mais votado. l.
Em 2013 um grupo de «socialistas católicos» reuniu em Carregal do Sal «para lembrar o homem Bom que foi Aristides Sousa Mendes»
Em 22 de setembro de 2016, foi elevado, a título póstumo, a Grã-Cruz da Ordem da Liberdade pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.
Em 2020 em Jerusalém foi criada a Praça Aristides Sousa Mendes nas imediações do Yad Vashem — Centro de Memória do Holocausto.
Em 9 de Junho de 2020, a Assembleia da República aprovou por unanimidade uma homenagem a Aristides de Sousa Mendes no Panteão Nacional, através de um Cenotáfio ( um túmulo vazio)
Em 17 de Junho de 2020, o Papa Francisco evocou Aristides Sousa Mendes por ocasião do "Dia da Consciência", num apelo em prol da efeméride, feito durante a Audiência Geral, Francisco pediu para que a "liberdade de consciência seja respeitada", dando como exemplo o caso de Sousa Mendes.
Será para sempre reconhecido como "JUSTO ENTRE AS NAÇÕES", homenagem feita em Israel àqueles que, ajudaram e defenderam os espoliados e oprimidos. NÃO podem ser Judeus, para figurar no YAD WASHEM. Aristides é o único português que aí está representado
IMAGENS:
1-Promenade ARISTIDES, Viena

288439046_3300062090226325_871780050099113165_n.jp

2. PLaca no YAD WASHEM, Jerusalém, Israel;

288627190_3300062320226302_2176470379055107825_n.j

 
3- Árvores de Aristides.

288470496_3300062766892924_4809554461969730497_n.j

4- Homenagem em Bayonne

288446496_3300062963559571_5724491712269019513_n.j

 
 

Sociedade | Região | Acidente na A4 | Homem ferido com gravidade após despiste de pesado na A4 perto da área de serviço de Penafiel

Sem Título.png

Um homem , condutor de um pesado, com 25 anos, ficou encarcerado após despiste na A4

segundo informação dos bombeiros de Vila Meã,

A mesma fonte afirmou, "A ocorrência deu-se por volta das 08:30". No local estiveram os bombeiros de Vila Meã e de Penafiel, com 16 operacionais e a VENER ( Viatura Médica de Emergência e Reanimação) 

Cerca de três horas, foi o tempo necessário para operação de desencarceramento.

A vítima foi transportada ao Hospital Padre Américo, em Penafiel.

 

Regional | Penafiel | Pulseira eletrónica por violência doméstica

 

vio.png

O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) de Penafiel, no dia 8 de junho, deteve um homem de 60 anos por violência doméstica, no concelho de Penafiel.
No âmbito de um processo por violência doméstica, os militares da Guarda deram cumprimento a um mandado de detenção, em virtude do suspeito em ato contínuo perseguir e controlar as rotinas diárias da vítima, sua ex-mulher de 57 anos, através de injúrias e ameaças.
Criminal de Penafiel, onde lhe foram aplicadas as medidas de coação de proibição de contactos por qualquer forma ou meio com a vítima, afastamento da residência e do local de trabalho da vítima, até uma distância de 200 metros, controlado por pulseira eletrónica.
A violência doméstica é crime público e denunciar é uma responsabilidade coletiva. Se precisar de ajuda ou tiver conhecimento de alguma situação de violência doméstica participe:
• No Portal Queixa Eletrónica, em queixaselectronicas.mai.gov.pt;
• Via telefónica, através do número de telefone: 112;
• No Posto da GNR mais próximo à sua área de residência, tendo os nossos contactos sempre à mão em www.gnr.pt/contactos.aspx;
• Na aplicação App MAI112 disponível e destinada exclusivamente aos cidadãos surdos, em http://www.112.pt/Paginas/Home.aspx;
• Na aplicação SMS Segurança, direcionada a pessoas surdas em www.gnr.pt/MVC_GNR/Home/SmsSeguranca.
 
Fonte: GNR

Nacional | faleceu hoje Paula Rego com 87 anos

1024.jpg

A pintora Paula Rego, uma das mais aclamadas e premiadas artistas portuguesas a nível internacional, morreu na manhã desta quarta-feira em Londres, aos 87 anos, disse à agência Lusa fonte próxima da família.

De acordo com o galerista Rui Brito, a artista “morreu calmamente em casa, junto dos filhos”.

 

Paula Rego estudou nos anos 1960 na Slade School of Art, em Londres, onde se radicou definitivamente a partir da década de 1970, mas com visitas regulares a Portugal, onde, em 2009, foi inaugurado um museu que acolhe parte da sua obra, a Casa das Histórias, em Cascais.

Nascida a 26 de janeiro de 1935, em Lisboa, foi galardoada, entre outros, com o Prémio Turner em 1989, e o Grande Prémio Amadeo de Souza-Cardoso em 2013, além de ter sido distinguida com a Grã-Cruz da Ordem Militar de Sant’Iago da Espada em 2004. Em 2010, recebeu da Rainha Isabel II a Ordem do Império Britânico com o grau de Oficial, pela sua contribuição para as artes.

Em 2019, recebeu a Medalha de Mérito Cultural do Governo de Portugal.

Governo vai decretar luto nacional

O Governo vai decretar, em articulação com o Presidente da República, luto nacional pela morte da pintora Paula Rego, indicou esta quarta-feira à agência Lusa fonte do Ministério da Cultura.

Em Braga, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, já lamentou a morte da pintora, destacando a sua projeção no mundo.

Questionado pelos jornalistas, em Braga, Marcelo Rebelo de Sousa considerou que era a artista plástica portuguesa “com maior projeção no mundo” desde a morte de Vieira da Silva.

(Notícia atualizada às 13h48 com a indicação de que o Governo vai decretar luto nacional pela morte da pintora)

Fonte:  LUSA 

Região - Amarante - Detida por violência doméstica

267201358_4734206106634460_3548165705066764282_n.p

O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) de Penafiel, no dia 2 de junho, deteve uma mulher de 47 anos por violência doméstica, no concelho de Amarante.
No âmbito de um processo por violência doméstica, os militares da Guarda apuraram que a agressora esteve casada, durante 30 anos, com a vítima, o seu ex-marido de 52 anos. Após o divórcio, a vítima iniciou uma nova relação e a agressora, inconformada com o sucedido, começou a perseguir e a agredir a vítima, bem como a sua atual companheira. Com a escalada de violência e perante a gravidade dos factos, a suspeita foi detida.
A detida foi presente a primeiro interrogatório, no dia 2 de junho, no Tribunal de Instrução Criminal de Penafiel, onde lhe foram aplicadas as medidas de coação de proibição de se aproximar da habitação do ex-marido e proibição de o contactar, por qualquer forma ou meio.
A violência doméstica é crime público e denunciar é uma responsabilidade coletiva. Se precisar de ajuda ou tiver conhecimento de alguma situação de violência doméstica participe:
• No Portal Queixa Eletrónica, em queixaselectronicas.mai.gov.pt;
• Via telefónica, através do número de telefone: 112;
• No Posto da GNR mais próximo à sua área de residência, tendo os nossos contactos sempre à mão em www.gnr.pt/contactos.aspx;
• Na aplicação App MAI112 disponível e destinada exclusivamente aos cidadãos surdos, em http://www.112.pt/Paginas/Home.aspx;
• Na aplicação SMS Segurança, direcionada a pessoas surdas em www.gnr.pt/MVC_GNR/Home/SmsSeguranca.
 
Fonte: GNR

Rita Diogo | A invibilidade do dia 17 de maio

Rita Diogo_1.jpg

O mês de maio tem vários dias comemorativos. Os dias comemorativos representam datas em que aconteceu algo relevante para as pessoas e comunidades. Estas datas representam o esforço de manter na memória coletiva algum acontecimento ou momento com relevância social, simbolizando um marco de conquistas. A atribuição de significado àquilo que nos rodeia é muito importante.

Em maio comemoramos, por exemplo, o dia do trabalhador, o dia da mãe, o dia dos museus, o dia da família ou o dia contra a homofobia.

Hoje escrevo sobre o (ainda) mais invisível deles todos, o Dia Internacional contra a Homofobia. Escrevo sobre este dia porque foi publicado, no mês de maio, o relatório preliminar sobre jovens LGBTQIA+ (lésbica, gay, bissexual, transexual/trangénero, queer, intersexo, assexual) e clima escolar do Projeto Free, que nos traz dados preocupantes (em que me baseio para escrever esta crónica) e porque não houve no concelho onde resido uma única ação que sinalizasse esta data (em nenhum organismo público ou privado, em nenhuma escola, em nenhum serviço de saúde ou municipal).

No dia 17 de Maio, assinala-se o Dia Internacional Contra a Homofobia, Transfobia e Bifobia. Esta data coincide com o dia em que a Organização Mundial de Saúde retirou a homossexualidade da sua lista de doenças mentais (a 17 de Maio de 1990). Eu tinha 15 anos e a homossexualidade era considerada uma doença mental, perturbador isto! A sociedade evoluiu imenso desde 1990 na aceitação das pessoas LGBTQIA+, mas o caminho ainda é longo e tortuoso. A homofobia consiste no ódio e repulsa por homossexuais, atitude esta que deve ser combatida para que possamos formar uma sociedade que esteja baseada na tolerância e no respeito ao próximo, independente da sua orientação sexual. O mesmo se aplica na transfobia e na bifobia.

A discriminação existe em vários contextos mas preocupa-me a situação das escolas nesta matéria. As escolas continuam a não ser ambientes seguros e acolhedores para as crianças e jovens LGBTQIA+. Os conteúdos e práticas educativas continuam resistentes à abordagem da orientação sexual, identidade e expressão de género e características sexuais. Os jovens LGBTQIA+ são vítimas de bullying com mais frequência do que os jovens heterossexuais, reportando ser vítimas de assédio, insultos, terem boatos sobre si, serem postos de parte, serem alvo de empurrões ou outras agressões físicas, alvo de ameaças, piadas e gestos de natureza sexual, serem alvo de roubo ou destruição dos seus bens pessoais. A mesma ordem de razão de aplica ao cyberbullying. Também é importante refletirmos sobre as motivações de bullying ou assédio. A motivação mais frequente está relacionada com a aparência física, imediatamente seguida pelos episódios decorrentes do não ser tão masculino como os outros rapazes ou não ser tão feminino como as outras raparigas. O terceiro motivo mais frequente é o género (comprovando que a discriminação de género continua muito presente nas novas gerações). O bullying motivado por se ser lésbica ou gay ou bissexual também se encontra nos motivos mais frequentes. Seguem-se as motivações pela incapacidade física ou intelectual, situação económica ou religião. A maioria destas situações aconteceu nos corredores das escola. Como resultado deste clima escolar adverso, com manifestações de discriminação, a maioria dos jovens LGBTGIA+ optam por esconder a sua identidade e esta invibilidade afeta profundamente o seu bem estar e a saúde mental. Quando se questionaram os jovens sobre as atividades no âmbito da educação sexual nas suas escolas, mais de metade referiu que, nestas, não foram abordadas questões sobre as diferentes orientações sexuais (lésbicas, gays ou bissexuais por exemplo). Os jovens LGBTQIA+ pensaram mais vezes em desistir da escola, em comparação com os jovens heterossexuais. O pessoal docente e não docente não possui informação e denota falta de preparação para lidar com estas situações e em muitas situações abstém-se de intervir ou intervém de forma desadequada e ineficaz. Se atendermos ao tempo, ao número de horas que os jovens permanecem nas escolas facilmente se percebe a pertinência de dotar a comunidade educativa de competências adequadas.

Empatia, respeito, diversidade, dignidade são algumas das palavras que me ocorrem a este propósito. O caminho faz-se caminhando, o caminho contra o estigma, contra o preconceito, contra o ódio é um caminho fundamental e que devemos fazer junt@s!!

Rita Diogo,
Psicóloga especialista em Psicologia Clínica e da Saúde
Cédula Profissional: 1494 (OPP)

 

Região | Felgueiras e Paços de Ferreira | Três detidos por tráfico de estupefacientes

gnr

O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Felgueiras, nos dias 1 e 2 de junho, deteve dois homens e uma mulher, com idades compreendidas entre os 33 e os 35 anos, por tráfico de estupefacientes, nos concelhos de Felgueiras e Paços de Ferreira.
No âmbito de uma investigação por tráfico de estupefacientes, que teve a duração de cerca de um ano e meio, os militares da Guarda realizaram diversas diligências policiais que culminaram na realização de quatro buscas, duas domiciliárias e duas em veículos, resultando na detenção dos três suspeitos.
No seguimento da ação foi possível apreender o seguinte material:
• 137 doses de haxixe;
• 50 doses de cocaína;
• Cinco balanças de precisão;
• Duas viaturas;
• Dois telemóveis;
• Um bastão em madeira;
• Duas pistolas;
• 130 euros em numerário.
Os detidos, um dos quais com antecedentes criminais por ilícitos da mesma natureza, vão ser presentes hoje, dia 3 de junho, a primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Instrução Criminal(TIC) de Penafiel.

NOTA DE IMPRENSA | Baião recebeu o galardão “Prata” como “Destino Turístico Sustentável”

Baião distinguido com o galardão prata pelo reco

O claustro do Mosteiro de Ancede foi o cenário de excelência que acolheu a cerimónia da entrega do galardão prata ao Município de Baião, em reconhecimento pela certificação como “Destino Turístico Sustentável”.

Esta distinção é atribuída pela EartCheck, entidade certificadora na área de sustentabilidade nas vertentes das viagens e turismo, que se rege pelos critérios do Conselho Global de Turismo Sustentável (GSTC), organização de âmbito mundial, com o apoio da Fundação das Nações Unidas, Programa das Nações Unidas para o Ambiente, Rainforest Alliance e Organização Mundial do Turismo.

O GSTC funciona como organismo acreditador de entidades certificadoras e reconhece programas ou selos de turismo sustentável, sendo uma referência mundial para o setor.

           A Secretária de Estado do Turismo, Comércio e Serviços, Rita Marques, marcou presença e deu os parabéns a Baião por ter sido o primeiro concelho português a alcançar esta certificação em concreto.

“Estou muito grata a este território e a este concelho em específico, porque se tivéssemos muitos concelhos como Baião, teríamos ainda mais potencialidades para atrair mais turistas ao nosso país”. Acrescentou que “o Presidente da Câmara de Baião precisa de poucos conselhos da Secretaria de Estado porque tem feito tudo muito bem e quero cumprimentá-lo por este projeto ambicioso que encerra em si muitos desafios, mas muitas oportunidades também e espero que o Município de Baião, com a ajuda de todos, possa levar a bom porto este projeto, que gostava que fosse um exemplo paradigmático que possa ser replicado noutros territórios”.

            Entre as presenças internacionais, destaque para Luigi Cabrini, Presidente do Conselho de Administração do GSTC e Pau Pitarch de Dalmases, representante da EartCheck para o Sul da Europa e América Central.

            Este evento, serviu também para mostrar às diversas individualidades presentes, as obras de requalificação que estão a ser realizadas para renovar este monumento de referência do património baionense.

           4 PILARES DA SUSTENTABILIDADE: ECONÓMICO, SOCIAL, CULTURAL E AMBIENTAL

            A Secretária de Estado do Turismo enfatizou a importância da aposta na sustentabilidade, referindo que cabe a todos os responsáveis públicos e à sociedade em geral "tentar entregar um planeta melhor do que aquele que encontrámos", sendo necessária uma abordagem ambiental, social e também económica.

 O Presidente da Câmara Municipal de Baião, Paulo Pereira, afirmou ser “um momento de grande felicidade” por a entrega da distinção ocorrer num espaço secular que está a ser reabilitado.

Manifestou-se, ainda, “orgulhoso por receber esta certificação, que obedece aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, que abordam várias dimensões do desenvolvimento sustentável – social, cultural, económico e ambiental, e promovem a paz, a justiça e instituições eficazes.”

 O autarca referiu ainda que “posicionámo-nos nacional e internacionalmente como um destino turístico de excelência, com forte enfoque na natureza, na aventura, na cultura ou na gastronomia. E sempre com a garantia do bem-receber.

           Paulo Pereira, deixou ainda um apelo para “a construção de um modelo de desenvolvimento mais sustentável. Desde as microações que cada um de nós tem a obrigação de implementar, até às maiores e de impacto para os órgãos de comunicação social ditas estruturais ou inovadoras.

Sem artificialismos e sem massificação, o processo de Destino Turístico Sustentável é parte do nosso contributo para a tão necessária alteração de paradigma socioeconómico, e o nosso compromisso para com o Futuro”.

Houve lugar a diversas intervenções, como do presidente da União de Freguesias de Ancede e Ribadouro, Daniel Guedes que manifestou que “é com muito orgulho que os recebemos tão distintas individualidades neste nosso ex-libris que é o Mosteiro de Ancede e desde já fica o convite para nos voltarem a visitar. Baião é um concelho ímpar de uma beleza diferenciada e com uma importante vertente ambiental e esses são motivos que nos levam a estar aqui hoje a receber esta certificação tão prestigiante”.

O representante da Earthcheck, Pau Pitarch De Dalmases, começou por se referir ao Mosteiro de Ancede como “um lugar mágico”, agradecendo “ao município de Baião por nos convidar a estar presentes neste dia simbólico e num ambiente tão propício para falarmos de sustentabilidade. É uma grande honra estar aqui e dou os meus parabéns a Baião pela concretização dos objetivos de sustentabilidade que levaram a esta certificação. Sois um exemplo!”

O Presidente do Conselho Global de Turismo Sustentável, Luigi Cabrini, começou por dar “os parabéns a Baião e aos seus decisores políticos por esta certificação. Este facto, confere uma maior credibilidade, maior transparência e um maior acesso aos mercados turísticos a estes destinos que procuram a excelência e privilegiam a sustentabilidade, maximizando os benefícios e reduzindo os impactos negativos do turismo.

Hoje, já é possível ver esses resultados aqui em Baião, mas este é um trabalho constante e evolutivo e no GSTC estamos dispostos a acompanhar-vos neste percurso.”

 O presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento da Região Norte, António Cunha, descreveu o Mosteiro de Ancede como “um lugar fantástico onde as pedras ‘falam’, têm memória e transmitem sensações. Está a ser muito bem recuperado e é um projeto que orgulha o Município e toda a região Norte.”

“Esta certificação é resultado de uma aposta e de uma estratégia que vai dar frutos no futuro e é um reflexo daquilo que o turismo possibilita aos territórios do ponto de vista do desenvolvimento económico, humano e social”, concluiu.

O presidente do Turismo do Porto e Norte de Portugal, Luís Pedro Martins, começou por “felicitar o Município de Baião por esta certificação internacional e é com grande satisfação que estamos aqui hoje, no Mosteiro de Ancede”, deixando ainda referência ao trabalho que está a ser efetuado na entidade que dirige:

“O Turismo do Porto e Norte de Portugal está a trabalhar para ser a primeira região a ter uma certificação bastante importante nesta matéria. Temos uma visão para a sustentabilidade no território e um plano de ação muito dinâmico e inovador que nos permita tomar a dianteira da sustentabilidade turística e enquanto outros olham para o interior como uma fatalidade, mas nós olhamos como uma oportunidade e Baião nisso é um exemplo.”

Usaram também da palavra representantes dos 4 territórios certificados como sustentáveis presentes no evento – Baião, Melgaço, Arquipélago dos Açores e Järvsö (Suécia) – que partilharam os desafios encontrados, e os benefícios colhidos, com a concretização do processo de certificação como destino turístico sustentável.

A sessão contou ainda com a presença de vários autarcas da região, como Castelo de Paiva, Celorico de Basto, Cinfães, Felgueiras, Lamego, Lousada, Marco de Canaveses, Melgaço, Mesão Frio, Paredes, Resende ou Valongo.

Lourdes Dos Anjos | CHAGA SEM CURA

Lourdes dos Anjos

PORQUE INVENTARAM HOJE MAIS UM DIA "DE" QUALQUER COISA, porque dizem que é DIA DA CRIANÇA...
 
CHAGA SEM CURA -Lourdes Dos  Anjos.
 
NÃO CONSEGUI OUVIR O SEU RECADO.
MAIS DO QUE ERRO, FOI PECADO.
OS SEUS SEGREDOS ERAM COISA DE CRIANÇA
E CONSEGUI DESTRUIR-LHE A ESPERANÇA.
NÃO PERCEBI QUE O PAI ERA O SEU VIOLADOR
E IA-LHE FALANDO DE CIÚME E DE AMOR.
DE FORMA RIDÍCULA E INOCENTE
DIZIA-LHE QUE O PAI A ADORAVA. ERA EVIDENTE.
NÃO A CONSEGUI PERCEBER. ERA IMAGINAÇÃO!
FUI CEGA E SURDA A TANTA AFLIÇÃO
FALAVA-LHE DE DIFERENTES FORMAS DE PENSAR,
DE SER PAI E DE AMAR.
QUANDO A MENINA, QUASE LOUCA, GRITOU
E ALGUÉM A OUVIU E ACREDITOU,
QUANDO O ESCÂNDALO REBENTOU
E TODO O POVO COMENTOU...
CHOREI, CHOREI O MEU PECADO
PORQUE NÃO PERCEBI O SEU RECADO.
OLHO PARA TRÁS. O TEMPO PASSOU.
TENHO A CERTEZA QUE ELA JÁ ME PERDOOU.
A MENINA, HOJE MULHER, SABE O QUE SOFRI
E PERCEBEU QUE, SÓ POR NÃO ENTENDER, A NÃO OUVI.
MAS EU, HEI-DE TER PRA TODA A VIDA,
NO PEITO, UMA CHAGA...NA ALMA, UMA FERIDA.
 
Lourdes Dos Anjos