Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BAIÃO CANAL - Jornal

BAIÃO CANAL - Jornal

Petição pelo Direito à Memória e ao Ressarcimento apresentada sábado, pelas 15h30, na sede da AJHLP

hjljl.jpg

No próximo sábado, dia 23, pelas 15h30, na sede da Associação dos Jornalistas e Homens de Letras do Porto, realiza-se uma sessão pública de apresentação da "Petição pelo Direito à Memória e ao Ressarcimento Cambedo da Raia 1946". São onze as associações e colectividades portuguesas e catorze as individualidades culturais e científicas galegas signatárias. Refiram-se também as mais de 1200 subscrições em papel (em que se incluem assinantes espanhóis). A sessão conta com as intervenções de Francisco Duarte Mangas (Presidente da direção da AJHLP); Fernando Rosas (Historiador / FCSH / Universidade Nova de Lisboa); Licínio Inocentes (Membro da Associação Desportiva, Cultural e Recreativa de Cambedo da Raia); Paula Godinho (Antropóloga e Investigadora / FCSH / Universidade Nova de Lisboa) e Xerardo Pereiro (Historiador / UTAD). Segue-se ainda a projecção do Filme “O Silêncio” (de António Loja Neves e José Alves Pereira). Esta petição tem como objeto a comunidade-símbolo de Cambedo da Raia, na freguesia de Vilarelho da Raia, em Chaves, que em dezembro de 1946 foi alvo de uma operação militar brutal e desproporcionada de caça a "fuxidos" que lá se encontravam, levada a cabo pelas ditaduras fascistas ibéricas, que envolveu mais de 1.000 agentes de ambos os países. De facto, na madrugada de 20 para 21 de dezembro, forças conjuntas envolvendo a GNR, o Exército, a PVDE e a Guardia Civil, cercaram e bombardearam o Cambedo com morteiros. Ao mesmo tempo, noutras aldeias de Chaves (Nantes, Castanheira, Sanjurge, Couto), foram presos outros presumidos implicados no apoio aos guerrilheiros "rojos".