Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BAIÃO CANAL - Jornal

BAIÃO CANAL - Jornal

NOTA DE IMPRENSA |Secretário de Estado das Infraestruturas vai presidir à consignação da Beneficiação da EN 304-3 entre Teixeira e Teixeiró e Santa Marinha do Zêzere

15004185104685145849.jpg

O Secretário de Estado das Infraestruturas, Frederico Francisco, desloca-se a Baião, no dia 5 de julho, para presidir à assinatura do Auto de Consignação da Beneficiação da Estrada Nacional (EN) 304-3, entre Teixeira e Teixeiró (km 32+030) e Santa Marinha do Zêzere (Km 48+095), numa cerimónia que vai realizar-se pelas 15h15, nos Serviços Municipais Desconcentrados de Santa Marinha do Zêzere. A obra irá arrancar de imediato, prevendo-se a sua conclusão num prazo de 300 dias.

O Presidente da Câmara de Baião, Paulo Pereira, satisfeito com o avanço da empreitada, aguardada “há mais de 17 anos”, sublinhou “a melhoria que representa em termos de mobilidade e reforço da segurança, que consideramos prioritários para os baionenses e para o desenvolvimento do nosso território”, frisou, recordando a “luta de muitos anos por esta obra, com diligências constantes junto de responsáveis governamentais da área da rodovia, a par de outras necessidades de investimento para o nosso concelho, que também serão concretizadas”, referiu.

A concretização desta obra será uma evidência de que “nunca desistimos, por mais difíceis que sejam os caminhos, quando está em causa o bem-estar da nossa população a melhoria das condições de vida e o desenvolvimento de Baião”, assegurou o autarca.

A obra de Beneficiação da EN 304-3, numa extensão de 16 km, servindo os baionenses e, de forma indireta, a população dos concelhos de Resende e Mesão Frio, vai agora para o terreno. A empreitada havia sido adjudicada pelo valor de 1.621.863,23 euros, contando com 1.260 000,00 euros (valor máximo legal) de comparticipação por parte da Infraestruturas de Portugal (IP), cabendo à Câmara de Baião assumir o valor restante.

A este propósito, o Presidente da Câmara tem vindo a reiterar a solicitação, junto de membros do Governo, para que a Infraestruturas de Portugal possa acompanhar, de forma proporcional, o acréscimo do custo da obra em função do aumento generalizado de preços que se vem sentindo no mercado da construção.

 

Acordo celebrado em 2005 não se concretizou

Recorde-se que a responsabilidade de manutenção e gestão da EN 304-3 foi transferida do Estado Central para o Município de Baião, em janeiro de 2005, no âmbito de um acordo que pressupunha a sua requalificação com recurso a fundos comunitários. Contudo, essa requalificação nunca veio a acontecer.

A vinda do Secretário de Estado das Infraestruturas a Baião enquadra-se na reunião realizada no dia 30 de Janeiro, em Lisboa, solicitada pelo autarca de Baião, após a tomada de posse de Frederico Francisco, na qual Paulo Pereira marcou posição sublinhando a importância desta e de outras “obras previstas para o concelho que constituem compromissos do governo com as populações”, nomeadamente a ligação da vila de Baião à Ponte da Ermida, a construção da Variante à Estrada Nacional (EN) 211, entre Quintã, no Marco de Canaveses, e Mesquinhata, e a Eletrificação da Linha Ferroviária do Douro entre Marco de Canaveses e a Régua, que está a concurso.