Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BAIÃO CANAL | Jornal N.º 9 - Junho 2021

BAIÃO CANAL | Jornal N.º 9 - Junho 2021

Manuel Cardoso (Paradela) | O Barroco Musical

21996877_gykwK.jpeg

Esta nova idade da história da música inicia-se no final da renascença e abarca os séculos XVII e XVIII e tem como limite a Revolução Francesa.

O Barroco foi o mais esplendoroso e fértil período da história da música. Perante a luminosa herança cultural da renascença, o seculo XVII encontra-se diante de um dilema, ou sujeita-se a prosseguir o caminho desse passado, ou reagir abrindo novas perspetivas. Os tempos haviam mudado por isso escolheu a segunda via.

Um novo estilo artístico iria nascer em Itália, e, sobretudo em Roma e  sob o seu impulso tornando-se ela o 1.º grande cliente dos arquitetos, escultores, pintores e músicos do século XVII e XVIII.

A passagem para uma nova época históríco-cultural,  traz sempre consigo um sinal no sentido de instabilidade,  sobretudo na primeira faze da transição.

O Barroco é assim a fase artística em que a energia criadora do homem, se entrega a uma atribulada busca de forma, em que possa realizar-se o novo panorama.

Daí que o sec. XVII procure acima de tudo a liberdade da fantasia, e os efeitos capazes de suscitar emoções desencontradas de preferência à plena contemplação da beleza.

O que é então em música o estilo barroco?

Seria como nas demais artes, um movimento que iria restituir um desejo de renovação da linguagem musical, que representasse com realismo os sentimentos humanos. Todo ele teatral, expressivo e que se iniciará à partida com o género mais específico da sua vitalidade, a Ópera.

E hoje, para não enfadar mais fico-me por aqui, sem que na próxima vez que atormentar os leitores que têm a amabilidade de perder um pouco do seu tempo com a leitura dos artigos que aqui vou publicando, voltar ao mesmo tema.

Manuel Cardoso (Paradela)