Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BAIÃO CANAL | Jornal N.º 18 - Outubro 2021

BAIÃO CANAL | Jornal N.º 18 - Outubro 2021

ENXAMES |Terra Minha Jamais Esquecida (Poema de Benvinda Barbosa Pereira)

POESIA SOBRE BAIÃO

Escrito por Benvinda Barbosa Pereira 19/3 às 21:41

Terra Minha Jamais Esquecida

Pode ser uma imagem de estrada e texto que diz "ENXAMES O.P"Baião - Enxames - Santa Cruz do Douro

A minha terra fica a Norte de Portugal.

É única, pois não há outra igual.

Chama-se Enxames e pertence a Baião.

Como muita gente, acho-a a mais bonita então...

 

Tem no alto as curvas e contra curvas.

Pelo meio os socalcos com as suas uvas.

Que fazem o vinho do Porto tão apreciado.

Nos seus pés, os barcos Rebelos no Rio Douro, descansado.

 

É uma terra de escritores conhecidos.

Como o Professor António Mota e seus livros.

E o nosso inesquecível, Eça de Queirós.

A sua pousada é vizinha de meus avós.

 

Terra minha, a que só vou de visita.

Porque, de lá parti quando era pequenita.

Não havia trabalho, problema que persiste, por isso parti.

Recordações não tenho, de quando aí residi.

 

Da meninice e mocidade à idade actual e até morrer.

Das visitas aos familiares, essas nunca vou esquecer.

Às minhas filhas, a minha terra já fui mostrar.

Quando tiverem filhos, a minha história irão contar.

 

Já conheci e vivi noutras terras e noutras posso morar.

Terra minha, podem as pessoas morrer e as paisagens mudar.

Mas, terra minha, não é porque parti, que te vou esquecer.

Gosto de falar de ti e tenho orgulho, da terra que me viu nascer.

 

Autor: Benvinda Barbosa Pereira

1 comentário

Comentar notícia