Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BAIÃO CANAL | Jornal N.º 16 - Setembro 2021

BAIÃO CANAL | Jornal N.º 16 - Setembro 2021

DUAS DE LETRA | Lourdes dos Anjos | MÃES VIÚVAS DOS SEUS MENINOS

Lourdes dos Anjos

 

Hoje, dei comigo a pensar que, quando nos morrem os pais, ficámos orfãos; se morre o companheiro, ficámos viúvas mas, se nos falta um FILHO...a vida não segue o seu rumo natural e por isso não há nome que se encaixe na situação.
E amanhã posso ser eu...
Hoje queixei-me das minhas dores de envelhecimento, dos meus pés que não gostam da porra dos cubinhos de granito mal acabados com que fazem agora os passeios , dos joelhos tão "sem jeito" das minhas mãos que vão perdendo as forças e do meu medo de perder o tino...
Hoje,depois de ouvir o meu muro das lamentações, o meu neto mais velho, bem maior do que eu, baixou-se e , silenciosamente, deu-me um abraço tão apertadinho e...achei-o tão lindo, e então reparei nos seus olhos tão doces com duas lágrimas e pensei: amo tanto este gajo este filho da mãe e... do meu filho e... nunca lhe falo disso...
Hoje fiquei a pensar ...e se ... e se me tocasse a mim a desgraça , a tal desgraça sem nome que faz tantas mães viúvas de seus meninos!?
Hoje, depois das lamentações todas, fiquei a pensar...
E a nossa juventude que antes de abril ia...partia no Vera Cruz sem lamentos nem perguntas e alguns, muitos... regressavam em caixas de pinho sem nomes nem amanhã!...
Quantas mães ficaram viúvas dos seus filhos!?
Outros tempos mas eternas MÃES. Ontem como hoje MÃES VIÚVAS DOS SEUS MENINOS
E depois pensei numa amiga com 91 anos que, diáriamente, toma o café comigo a meio da manhã, que perdeu um dos seus filhos e mantém o seu sorriso porque acredita que o seu amor está em paz e a espera com um sorriso....
Hoje, hoje... pouco mais consigo dizer e por aqui me fico...com o rosto do filho do meu filho desenhado na minha alma , dois gajos que amo tanto ... e raramente lhes falo nisso
Hoje, mando um abraço para as mães viúvas dos seus filhos.
Hoje, lembro apenas que acredito que a vida continua sem missas nem rezas sem velinhas nem retratos coloridos no cemitério mas com uma saudade imensa escondida na alma e um desejo de reencontro para acariciar os cabelos brancos dos nossos filhos e depois limpar as lágrimas deles mais as dos filhos deles mais as nossas numa promessa de amor incondicional e eterno .
Hoje, ainda não disse ao meu filho o tamanho do meu amor... mas acho que ele sabe!
Hoje interrogo-me :
que contas terão para fazer alguns seres humanos/animais ferozes que torturam , escravizam e matam os seus filhos?
PORQUÊ SE O AMOR ENTRE ELES DEVIA SER ENORME PURO E INCONDICIONAL?
Hoje ou amanhã talvez seja muito difícil encontrar alguém que me possa dar respostas e as minhas perguntas ficarão comigo.
Hoje deixem que vos deixe com um poema :
 
UM FILHO É UM TESOURO-lourdes dos anjos Um filho é um eterno tesouro.
Um diamante,ou um coração de ouro.
É um pedaço da nossa alma
Jóia rara que nos inquieta e envaidece
Sol que nos queima, ilumina e aquece
É um ser mais que perfeito e muito diferente
de todos os seres e dos filhos de outra gente.
Um filho é o nosso tesouro.
Um cofre de sonhos e emoções
É a alegria de tudo dar e nada pedir
É nunca mais lembrar as lágrimas de parir
É o medo de ter medo de o ver sofrer
É ser, eternamente,MÃE sem tempo pra morrer
É tê-lo, pequenino, no nosso peito
e vê-lo crescer sem tom nem jeito
É dizer-lhe :-VAI, AGORA A VIDA É TUA
E querer que o mundo seja só a nossa rua
Mas um filho nosso, é um tesouro
Diamante que queremos,habilmente lapidar,
Coração ,à solta, no peito, a cavalgar
É a arma com que fazemos paz ou guerra
É construir,só para ele, um céu, na terra
É o gosto doce da vitória que nos acalma
e o perfume suave que nos enche a alma
É um ser diferente, tão diferente,
que não queremos partilhá-lo com outra gente.
Será, ao anoitecer,a voz que queremos ouvir
Para nos falar de amor, na hora de partir.

Lourdes Dos Anjos (Professora /Escritora)