Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BAIÃO CANAL - Jornal

BAIÃO CANAL - Jornal

AJA NORTE | Documentário "Cartas a uma ditadura"

ajh.png

Na próxima sexta-feira, dia 9 de Fevereiro, pelas 21h30, a AJA NORTE convida todos e todas para assistir ao documentário "Cartas a uma ditadura", de Inês de Medeiros. Esta iniciativa enquadra-se nas celebrações dos 50 anos do 25 de Abril, servindo assim de mote à reflexão sobre uma particular faceta do fascismo português.
 Rua do Bonjardim 635. 1º Traseiras. Porto
 9 de Fevereiro
 21h30
Entrada Livre (limitada à lotação da sala)
Cartas a Uma Ditadura
2006 | Documentário | 60 min
Realização: Inês de Medeiros
"Uma centena de cartas, escritas por mulheres portuguesas em 1958, foram encontradas por acaso por um alfarrabista (colecionador de livros e documentos antigos), que não as leu por achar se tratarem de cartas de amor. As cartas respondiam a uma circular enviada por um misterioso Movimento de Apoio à Ditadura do qual não há qualquer referência nos livros de História. A circular original nunca foi encontrada, mas, pelas respostas em mãos, percebe-se que era um convite para que as mulheres se mobilizassem em nome da paz, da ordem e, sobretudo, em defesa do "salvador da pátria": António de Oliveira Salazar (1889-1970). Em todas as cartas, essas mulheres explicitam a gratidão e a admiração que têm pelo ditador. Mas, como se a necessidade de falar fosse mais forte, por entre chavões e frases feitas surgem por vezes o medo, a tristeza e o isolamento em que se vivia em Portugal nos anos 50. Assinam as cartas uma costureira, muitas professoras primárias, donas de casa e algumas esposas de homens importantes do regime. Ao confrontar essas mulheres com os fantasmas do passado, e graças a um material de arquivo inédito, Cartas a uma Ditadura é um mergulho perturbador no obscurantismo que dominou Portugal por mais de 50 anos."
 
 
 
 
 

HOMENAGEM A ARNALDO TRINDADE

Dia 9 de fevereiro, pelas 21h, no CCD.

424605053_768752891954840_6766794729317697599_n.jp

Arnaldo Trindade, um homem visionário que viveu à frente do seu tempo, partiu há um mês.
Com a sua capacidade de olhar para a vida de uma forma quase aventureira, deixou-nos um espólio da música que editou e da poesia que escreveu...
Agora, no espaço onde criou verdadeiros momentos de magia, o auditório Arnaldo Trindade, no CCD, vamos homenageá-lo. Vamos proporcionar a amigos e conhecidos, uma noite em tudo semelhante àquelas com que nos presenteou nos últimos 7 anos. Nesta noite vamos ser acompanhados pelo cantor João Afonso e pelos diseurs Rui Ozório, Pedro Pinto, Maria de Lourdes Anjos, Rui Vaz Pinto, Aurora Gaya, Romi Soares e elementos do grupo de Teatro "A Colmeia".
Num dos seus poemas, Arnaldo Trindade diz "gosto que gostem de mim". E nós vamos mostrar-lhe o quanto gostamos dele.
Por isso, convidamo-lo a estar presente nessa noite que se espera "especial".
A entrada é livre, mas a marcação de lugar é obrigatória pelo número 969 774 983 ou 228 318 210.